<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=4381157518605057&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Cálculo da Densidade das Fixações em função da Ação do Vento

Dentro o Eurocódigo 1, encontramos tipificadas uma série de acções que se relacionam com as coberturas. Desta forma, pode-se calcular, de forma estruturada, as ações gravitacionais como o peso próprio, a sobrecarga de uso para instalação e posterior manutenção, ou outras sobrecargas como as da neve e vento em diferentes combinações.
Dentro das ações do vento, vamos analisar o efeito de sucção. Para isso estabelece-se um mapa de zonas de vento onde existem diferentes velocidades básicas que geram o que se conhece como pressão dinâmica.

Além dessa pressão dinâmica, a localização da cobertura é a chave para conhecer o coeficiente de exposição que é obtido de acordo com a rugosidade do terreno, ou seja, a proteção ao vento  que oferece a orografia ou as construções ao redor do projeto em estudo. Este coeficiente também tem em conta a elevação da cobertura e, como esperado, quanto mais elevada, maior será o coeficiente.

Por último, o coeficiente eólico para o caso das coberturas planas estabelecerá um valor em função da altura da cobertura e das paredes perimetrais, mesmo que não existam no projeto. Deste modo são estabelecidas quatro áreas de cobertura: esquinas, perímetro, zona central e zona central interior.

Como calcular a ação do vento?

A ação do vento será determinada pelo produto da pressão dinâmica, com a altura de referência e o coeficiente de pressão exterior. Utilizando os coeficientes de segurança necessários, será possível determinar o número de fixações a serem utilizadas na cobertura para "suportar" a carga vento-sucção, ou seja, o sistema de cobertura não sofre alterações apesar da ação do vento.

Estas fixações terão um maior número nos cantos e perímetro, diminuindo em quantidade na zona central e na zona central interna, dada a menor incidência do vento.

Deixamos, de seguida, um conjunto de vídeos explicativos sobre o cálculo da distância entre as fixações, os tipos que existem para o sistema Everguard TPO e as máquinas e equipamentos utilizados para realizá-las:

Se continua com dúvidas, contacte a nossa equipa de especialistas, teremos todo o gosto em ajudar.

Escrito por:

Quiero Renovar El Tejado

Deixe o seu cometário: