<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=4381157518605057&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Passivhaus e Certificações de Sustentabilidade: conhece estes conceitos?

A sustentabilidade na construção deve ter início com os materiais que compõem os sistemas. Mas, ao conceber um edifício, existem outros fatores não apenas relacionados com os materiais. A localização do edifício, a sua envolvente, a sua construção e a sua demolição são também de importância vital.

As diferentes certificações, selos ou créditos sobre os produtos ajudam os técnicos a desenvolver o trabalho de concepção. Os recursos não são ilimitados sendo por isso necessário que os edifícios permitam aos seus utilizadores obter conforto, sem comprometer, no entanto, as gerações futuras. 

Características das diferentes certificações de sustentabilidade 

As diferentes certificações de sustentabilidade não são incompatíveis, mas é necessário compreender as diferentes características de cada uma. São complementares, e procuram sempre a proteção do meio ambiente e a eficiência energética.

Por exemplo, um sistema com um CERTIFICADO DE COMPONENTES PASSIVHAUS, é estudado do ponto de vista da redução da procura de energia do edifício. Esta redução da procura está directamente ligada à redução das emissões de CO2 geradas pelo ar condicionado de uma casa, armazém, hospital ou qualquer edifício, tanto no Inverno como no Verão. Estamos, por isso, a falar de um certificado energético.

Os edifícios Passivhaus conseguem reduzir as necessidades de aquecimento e arrefecimento em 75%. A pouca energia extra que necessitam pode ser facilmente coberta por energias renováveis, tornando-o um edifício com um custo energético muito baixo para o seu proprietário e para o planeta.

Se, para além do acima referido, procurarmos a sustentabilidade dos materiais utilizados, estabelecendo limites do que pode gerar impactos negativos no ambiente, é possível encontrar certificações de construção como LEED, BREEAM ou GREEN, entre várias outras. Neste caso, estaríamos a falar de uma certificação ambiental.

Concluindo, a utilização destas certificações de sustentabilidade em sistemas e/ou edifícios, permite uma construção amiga do ambiente, além de melhorar a viabilidade financeira do projecto.

Click me

Escrito por:

Quero Renovar O Meu Telhado

Deixe o seu cometário: