<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=4381157518605057&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Como instalar TPO na sua cobertura

Além de conselhos sobre a cobertura ideal, informações sobre a importância da eficiência energética, sustentabilidade e novidades do setor, este blog também dá a mão aos instaladores ou "ajudantes" que se atrevem a melhorar a sua cobertura.

A primeira coisa que precisamos saber é o que é o TPO e para que é usado. O TPO é um sistema de impermeabilização idealizado para soluções de coberturas não transitáveis, mas que pode ser visitado de maneira técnica quando necessário.

É um material muito completo e de rápida aplicação, alta resistência ao fogo e válido tanto para novas construções quanto para reabilitação.

BMI EVERGUARD
Antes de pôr mãos à obra com a sua instalação, deve ter em conta que é imprescindível ter um suporte rígido, resistente, plano e contínuo e um isolamento entre esse suporte e o sistema TPO.

Também é muito importante que todos os remates, ventilações, peças especiais etc. devem ser resolvidos com o elemento TPO específico, pré-fabricado e que forneça continuidade à impermeabilização em relação à membrana principal com o elemento singular.

Se a sua cobertura cumpre com estes requisitos, siga os nossos conselhos e a instalação da mesma será perfeita.

  1. Em primeiro lugar deve-se localizar os pontos de evacuação tais como as caleiras que possui. Será a partir desses pontos que a instalação começa.
  2. A instalação realiza-se em rolos descontínuos, dispostos a partir de pontos baixos ou de evacuação para caleiras ou cumes. Sempre que a geometria da cobertura exigir, deve-se ter um cuidado especial para não criar uma matriz de rolos perfeita, devem ser instaladas “escalonadas” para não coincidir com os pontos da soldadura com 4 membranas diferentes.
  3. A fixação da membrana será em 99% dos casos mediante fixação mecânica. Esta fixação poderá ser através de fixações convencionais em sobreposição da membrana ou por fixações mecânicas por indução elétrica.
  4. O método de fixação mecânica em sobreposições, o tradicional, requer o uso de várias larguras de rolo diferentes para concentrar ou dispersar o número de fixações por m2, dependendo do cálculo da sucção. Enquanto o método de fixação por indução é sempre instalado com rolos de 3 metros de largura, uma vez que as fixações são distribuídas sobre o isolamento, formando uma grade mais ou menos dispersa com base no referido cálculo.
  5. Além disso, deve saber que existe um terceiro método de fixação, embora cada vez mais em desuso. Esse método não requer fixadores mecânicos e o rolo é colocado no isolamento, uma camada do tipo geotêxtil e um lastro pesado, como cascalho lavado.
  6. Em todos os métodos de fixação é indispensável a correta soldadura das sobreposições da membrana, pois é aqui onde se concentra o êxito da impermeabilização. Estas soldaduras fazem-se através de termofusão com máquina de ar quente. TPO possui uma grande janela de temperatura/tempo que nos permite regular melhor o “robô” de soldadura, dependendo do clima e das condições do suporte.

Se chegou até aqui, provavelmente já possui a sua cobertura perfeitamente impermeabilizado com um sistema como o TPO de durabilidade garantida. Conta-nos como foi a sua experiência?

 

New call-to-action

Escrito por:

Jesús Huerta

Deixe o seu cometário: